Aqui na Tudo para seu Jardim | 15% de desconto em TODO site | Facilidade de comprar barato você encontra  com a qualidade  !

COMPRE OS MELHORES PRODUTOS COM PREÇOS IMPERDIVÉIS

Palmeira Triangular - Dypsis decaryi

Palmeira Triangular - Dypsis decaryi

Referência: PALTRI2020

 

Não disponível

Enviar
Avise-me quando estiver disponível
Shape Calcule a Entrega

IMPORTANTE:

Por se tratar de um ser vivo, presamos pela qualidade de nossas plantas e não mantemos um grande estoque. Acaso não tivermos o produto a pronta entrega, fazemos o pedido e em até 10 dias enviamos/entregamos seu pedido.

Qualquer dúvida entre em contato conosco pelo chat.

Entregas somente em Barra do Bugres - MT

----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Nome Científico: Dypsis decaryi

Sinonímia: Neodypsis decaryi

Nomes Populares: Palmeira-triângulo, Palmeira-triangular, Palmera-de-tronco-triangular, Neodipsis, Palma-triangular

Família: Arecaceae

Categoria: Árvores, Palmeiras

Clima: Equatorial, Mediterrâneo, Oceânico, Subtropical, Tropical

Origem: África, Madagascar

Altura: 4.7 a 6.0 metros

Luminosidade: Meia Sombra, Sol Pleno

A palmeira-triângulo é uma espécie de estipe único e crescimento lento a moderado, oriunda da Ilha de Madagascar. O que chama a atenção nesta espécie é a disposição das folhas na coroa da planta. Elas surgem agrupadas em três seções, de forma que ao corte transversal, tem-se um triângulo. As folhas são pinadas, eretas e arqueadas, de cor azul-acinzentada, e alcançam 2,5 metros de comprimento. O caule é cinzento, com cerca de 30 a 40 cm de diâmetro. A palmeira-triângulo alcança geralmente de 3 a 6 metros de altura em cultivo, mas em seu habitat pode chegar até 15 metros. No verão surgem as inflorescências, entre a base das folhas, com numerosas flores pequenas, de cor amarela. Os frutos que se seguem são drupas carnosas, ovóides, com polpa escassa e doce, e uma única e grande semente.

Ideal em plantios isolados, como destaque, ou em renques, formando belas alamedas de efeito tropical e imponente. Da mesma forma, pode compor conjuntos ou grupos com outras espécies. O aspecto diferenciado de sua coroa não passa desapercebido. É comum vê-la em grandes parques e praças nos estados do Rio de Janeiro e São Paulo. Quando jovem, também pode ser plantada em vasos, adornando ambientes internos amplos e bem iluminados.

Deve ser cultivada sob meia sombra ou sol pleno, em solo fértil, bem drenável, enriquecido com matéria orgânica e irrigado regularmente. Após bem estabelecida resiste muito bem à estiagem. É uma palmeira de difícil transplante, visto que seu sistema radicular é mais profundo e delicado. Tolera maresia e ventos, sendo uma boa espécie para cultivar em regiões costeiras. Resiste ao frio subtropical. Não cultive essa palmeira em solos pesados, argilosos ou com qualquer dificuldade de drenagem, visto que é muito suscetível ao apodrecimento. Não adubar em excesso, principalmente com fertilizantes orgânicos. Multiplica-se por sementes recém colhidas, de frutos maduros despolpados, e postas e germinar em substrato arenoso, mantido úmido. Germina em 1 a 3 meses.

 

**Imagens Ilustrativas**

Deixe seu comentário e sua avaliação







- Máximo de 512 caracteres.

Clique para Avaliar


  • Avaliação:
Enviar
Faça seu login e comente.